Warning: Declaration of ryv_widget::widget($args) should be compatible with WP_Widget::widget($args, $instance) in /home/iseso/public_html/wp-content/plugins/random-youtube-video/widget.php on line 88

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/iseso/public_html/wp-content/plugins/random-youtube-video/widget.php:88) in /home/iseso/public_html/wp-content/plugins/wp-super-cache/wp-cache-phase2.php on line 60
DIÁRIO DE BORDO BANGLADESH - NO CORAÇÃO DA VILA - Banco de Negócios Inclusivos Banco de Negócios Inclusivos

DIÁRIO DE BORDO BANGLADESH – NO CORAÇÃO DA VILA

Eu vi um conceito, que eu estudei no Brasil, em execução. Vi uma nova geração. Eu vi pessoas alegres, orgulhosas sobre seu próprio negócio e pertences

Durante a nossa visita à uma vila próxima à Dhaka, nós conversamos com os tomadores de empréstimos e membros do Grameen, mais de 95% são mulheres. Exato, de propósito, fortalecendo um lado da sociedade que historicamente foi sempre o mais fraco. “Antes do Grameen Bank, eu não tinha nada, agora ninguém aqui é pobre, não somos pobres mais.” Eu escutei alguns relatos várias vezes hoje. Entrei para a casa dos membros. Eles têm dignidade, era uma vibração tão positiva ao redor. Eles têm ventiladores, eles têm banheiro, eles têm energia elétrica, eles têm televisão colorida. “Eu estou vendendo quase 10 000 TK (US$128,00) por dia em roupas. Meu lucro é de cerca de 1.000 TK (US$13,00).  O Grameen Bank me ajudou a comprar todos os meus materiais, sem isso eu nunca poderia pagar uma coisa dessas.” Mais e mais depoimentos.

Orlando em visita à uma vila próxima a Dhaka

Sem o acesso financeiro, considerado um direito humano à dignidade pelo Grameen, estas mulheres iriam cair na mão de agiotas, permanecendo na linha de pobreza em uma espécie de círculo vicioso. Esta história é contada por Yunus em o “Banqueiro dos Pobres”. Se você já chegou nesta parte do diário e ainda não começou a ler este livro,  corra que ainda dá tempo pra entender melhor o que eu estou falando por aqui. Eu disse que eu era brasileiro, eles gostaram e alguns sinceros sorrisos apareceram. Encontrei uma bandeira do Brasil pintada em um muro no meio da vila, fantástico!

Temos muito a compartilhar, Bangladesh. Uma nova era está surgindo no país. Em tudo, em pequenas comunidades, onde a vida está passando, sem luxo, alguns jovens estão indo para as universidades. Alguns deles, com os empréstimos universitários especiais fornecidos pelo Grameen, agora podem saltar sobre a pobreza e, finalmente, seguir outro caminho, melhor.

Hoje foi um dos dias mais felizes da minha vida. Eu vi um conceito, que eu estudei no Brasil, em execução. Vi uma nova geração. Eu vi pessoas alegres, orgulhosas sobre seu próprio negócio e pertences. Eu aprendi muito, e há muito mais vindo.

CONTINUA…

#BANGLADESH #GRAMEENBANK #BNI

Orlando Nastri Neto é aluno da graduação da FEA-RP e atua como estagiário no Grameen Bank, em Bangladesh, é membro do BNI da USP–RP e Conselheiro do Centro de Voluntariado Universitário. Email: orlando.neto@bni.org.br

Responder