Warning: Declaration of ryv_widget::widget($args) should be compatible with WP_Widget::widget($args, $instance) in /home/iseso/public_html/wp-content/plugins/random-youtube-video/widget.php on line 94

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/iseso/public_html/wp-content/plugins/random-youtube-video/widget.php:94) in /home/iseso/public_html/wp-content/plugins/wp-super-cache/wp-cache-phase2.php on line 58
Nossos Parceiros - Banco de Negócios Inclusivos Banco de Negócios Inclusivos

Nossos Parceiros

FGV- Fundação Getulio Vargas

A Fundação Getulio Vargas foi fundada em 1944, tendo como objetivo contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do país, para a melhoria dos padrões éticos nacionais, para uma governança responsável e compartilhada, e para a inserção do país no cenário internacional. E é por meio de alunos desta instituição que surge o BNI. Os estudantes da FGV que trabalham no BNI tem como princípio aplicar os conhecimentos adquiridos em seus respectivos cursos e aplicá-los no banco, com a criação de novas tecnologias e formas inovadoras de fazer microcrédito produtivo.

ITCP-FGV

A Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Fundação Getulio Vargas (ITCP-FGV) é um Programa de Extensão Universitária que tem como missão assessorar Negócios Inclusivos como estratégia de combate à pobreza a partir de uma nova forma de organizar a economia. Sua visão é se tornar um centro de desenvolvimento e reaplicação de Tecnologias Sociais de incubação e articulação de EES em rede, promoção do comércio Justo e Solidário e desenvolvimento de serviços de finanças solidárias. Fundada no segundo semestre de 2001, a ITCP-FGV já incubou mais de 60 Negócios Inclusivos, capacitou mais de 70 Entidades de apoio e Fomento à Economia Solidária e assessorou cerca 10 programas públicos de geração de trabalho e renda. O BNI, e sua primeira agência, surgiram da constatação de que os programas assessorados pela ITCP-FGV tinham grande dificuldade de acesso ao crédito de grandes bancos para investirem. Com isso, surge por membros da ITCP a ideia de criar um banco próprio para disponibilizar crédito a esses cooperados. Atualmente, o BNI-FGV, localizado em São Paulo, é um dos programas desenvolvidos pela ITCP-FGV.

TRIEFE

Com mais de 25 anos de mercado, o grupo Triefe planeja e executa ações de promoção, propaganda e eventos. O grupo mantém quatro agências: Árvore Digital (Bluetooth, mobile e touch screen), Triefe (marketing integrado, planejamento, pesquisa e casting), Aeté (impressão, comunicação visual e cenografia) e Faro (propaganda) – alinhadas pela busca de inovação, com eficiência na execução e compromisso com a responsabilidade social. Para garantir essa proposta, o grupo mantém uma estratégia baseada no respeito ao colaborador, seja ele efetivo ou temporário, buscando oferecer as melhores condições de trabalho possíveis.
Com isso, no final de 2010 a Triefe se tornou a primeira mantenedora da ITCP-FGV, financiando atividades institucionais ligadas ao fomento a negócios inclusivos, promoção do comércio justo e das finanças solidárias.
Graças ao patrocínio da Triefe, foi possível criar o Banco de Negócios Inclusivos, o primeiro banco júnior do mundo.

ISES – Instituto de Sócio Economia Solidária

O ISES é uma Organização Social que desenvolve e reaplica Tecnologias Sociais ligadas a geração de renda e Desenvolvimento Local. Formado por um corpo de técnicos especialistas nas áreas de economia, ciências sociais, engenharia, geografia, gestão ambiental, comunicação social e tecnologia da informação, o ISES apresenta uma estrutura multidisciplinar capaz de integrar esforços na construção de soluções para o fortalecimento da Economia Solidária no Brasil. Em 2005, com a entrada da ITCP-FGV no Programa Nacional de Incubadoras Universitárias de Cooperativas Populares (PRONINC), o ISES recebeu o convite para prestar assessoria técnica à ITCP-FGV. Desde então o ISES desenvolve Tecnologias Sociais e realiza atividades de incubação em estreita aliança com a ITCP-FGV, unindo forças e conhecimentos para avançar nas fronteiras metodológicas ligadas ao fomento de Negócios Inclusivos. O ISES ajuda a desenvolver tecnologias sociais para o BNI por meio de seus técnicos.

UFPR -Universidade Federal do Paraná

A UFPR é a mais antiga universidade do Brasil e símbolo de Curitiba que demonstra sua importância e excelência através dos cursos de graduação, especialização, mestrado e doutorado, que são norteados pelo princípio da indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão. A função social da universidade é valorizada justamente através desse tripé, pois todo ensino, pesquisa e atividade de extensão deve devolver a esta comunidade, em forma de conhecimento, tecnologia e cultura, os recursos públicos que a permitem existir enquanto Instituição Federal de Ensino Superior. Tem um papel ativo no desenvolvimento sócio-econômico e na qualidade de vida do paranaense, por meio do acesso à educação superior e das atividades desempenhadas pela comunidade acadêmica em prol da sociedade do Paraná e do Brasil. Assim, o BNI chega ao Paraná qualificando esse trabalho social em forma de microcrédito orientado para negócios inclusivos.